logotipo-c-desligado

Olá, mundo! Há quanto tempo, né?

Desde meados de agosto não foram publicados novos textos por aqui, como você certamente já percebeu (e provavelmente até esqueceu). Indo direto ao assunto, toda a equipe do Conquista está, no momento, impossibilitada de continuar colaborando pelos mais diversos motivos: trabalho, estudo e outras prioridades pessoais.

Todos nós amamos videogames e adoramos dividir essa paixão pelo nosso hobby com vocês, mas precisamos ser realistas: o Conquista não é uma fonte de renda e precisamos focar no que é importante para nós no âmbito pessoal. Tentamos ao máximo conciliar nossos assuntos pessoais e profissionais com a produção de conteúdo aqui no blog, mas infelizmente não estamos mais conseguindo.

Além disso, durante esse tempo ausente, eu andei refletindo sobre o rumo editorial do Conquista. No rodapé deste blog, você encontrará uma definição do que ele é – ou do que deveria ser: “um blog que fala sobre a indústria, o negócio, a cultura, a arte e tudo o mais relacionado aos videogames sob uma abordagem diferente do comum”. Só que ao reler esta frase eu me perguntei: estamos mesmo abordando os games de forma diferente do comum? Estamos mesmo fazendo alguma diferença, incitando um pensamento diferente, demonstrando novas opiniões e estimulando novas discussões? E acima de tudo: vocês leitores estão gostando dessa nossa forma de falar sobre games?

Eu me preocupo pra caramba com a qualidade do que nós fazemos aqui e do que oferecemos neste blog. Por isso fico triste por não ter conseguido concretizar boa parte dos planos que tínhamos para 2016: apenas para citar um exemplo, lembram que eu prometi um podcast pra vocês no começo do ano? Pois é, até agora não consegui meios para começarmos a gravar por diversos motivos, sendo o principal o fato de que não consegui de jeito nenhum conciliar os horários de todo mundo da equipe (ou pelo menos da maioria dos membros).

E agora?

Existe um ditado que diz que “é melhor feito do que perfeito” e eu concordo totalmente com isso! Obviamente temos que começar de baixo, usando o que temos à mão para criar um conteúdo com um mínimo de qualidade que podemos oferecer. Mas quando compromissos pessoais, contratempos, problemas diversos e outros fatores começam a prejudicar até mesmo esse mínimo de qualidade, há algo de errado. Por esse motivo, acredito que é hora de darmos uma pausa.

Como deixei claro no título, nós não estamos fechando o blog ainda. Eu inclusive vou deixá-lo no ar para que vocês possam ler os textos que publicamos até agora à vontade. Mas acho salutar iniciarmos um hiato para tentar descansar um pouco do blog, cuidar de nossos compromissos pessoais e futuramente, se estiver ao nosso alcance, retomar as atividades por aqui. De vez em quando ainda estaremos em nossos perfis nas redes sociais (principalmente o Twitter, o Facebook e o Instagram) soltando alguma coisinha bacana aqui e ali, mas o blog não receberá novos posts por um bom tempo.

Qualquer novidade, avisaremos a vocês. Até… breve?

Analista de Sistemas, desenvolvedor web e webdesigner freelancer. Sou viciado em videogames, amo literatura, tô quase voltando a desenhar e os ensinamentos de Ben Parker formaram o meu caráter.

Tags: ,
  • Triste notícia do dia… 🙁
    Espero que vocês possam encontrar maneiras de voltar à ativa logo. Conteúdo bom tem que ser publicado. 😉