Início » Eventos » Três conferências que não valeram por uma: Ubisoft, EA e Square Enix

Três conferências que não valeram por uma: Ubisoft, EA e Square Enix

Confira nosso resumo das publishers Square Enix, Ubisoft e Electronic Arts na E3 2015

Olá meus grandes desbravadores de Conquistas! Sei que estou em débito com os senhores a respeito do que rolou nas conferencias das publishers e na PC Gaming Show, mas fiquei bem mal semana passada e não conseguia pensar no que escrever (até porque deu vergonha das coisas que vi, especialmente nessas três que irei falar hoje…). Então se preparem, porque mesmo atrasados iremos destilar nossa belíssima opinião agora.

Ubisoft e (talvez) o maior motivo para eu convencer minha esposa a comprar um Xbox One

A conferência da Ubisoft pode-se dizer que foi a melhorzinha das três nessa lista. Apesar de previsível, trouxe novidades (incluindo uma sessão de gameplay) sobre o novo Tom Clancy’s The Division, um novo RPGzão de South Park, uma continuação (bléh) de The Crew e mais Assassin’s Creed (Viva bingão da E3!!!!!).

South Park: The Fractured But Whole

O que falar de mais um jogo que eu mal conheço e já considero pacas???? South Park é sempre algo legal.

For Honor

Em seguida me veio um misto de euforia e preocupação. For Honor é o típico jogo que eu sempre quis ver e jogar, mas é difícil olhá-lo sem ver os erros de seus semelhantes. Ryse: Son of Rome com seus Quick Time Events em excesso e impossíveis de errar (apesar de tirar o chapéu para a qualidade gráfica do jogo) e Chivalry: Medieval Warfare que é um jogo frenético, com muita pancadaria, mas cheio de falhas nas movimentações dos personagens e na qualidade gráfica. For Honor viria para suprir essa demanda, mas sempre fico com o pé atrás.

The Crew: Wild Run

Como dito anteriormente… bléh… só mais um DLC dentre um milhão (Pelo menos gostei de ver os carros monstro e as motos).

Tom Clancy’s The Division

Está fantástico e tive de morder minha língua. Tenho vontade de jogar um Tom Clancy’s pela primeira vez na minha vida…

Agora é aguardar o início de 2016 pra aproveitar plenamente The Division.

Anno 2205

Basicamente um “Sim City” da Ubisoft, mas com uma pegada futurista e um “quê” de exploração espacial. Vale ficar de olho.

Just Dance 2016 (e a provável desculpa que darei para minha esposa para eu comprar um Xbox One… :P)

Assim como Assassin’s Creed, Just Dance também é figura carimbada nas conferências da Ubisoft e agora nos foi apresentada a versão 2016 do game.

Algumas inovações que vieram com o game foi a criação do serviço Just Dance Unlimited e que poderá ser assinado por quem jogar o game no Xbox One, PS4 e Nintendo Wii U. Os assinantes contarão com um catálogo extra de 150 músicas e novas faixas serão adicionadas periodicamente para evitar que o game se torne repetitivo (quase um DLC mascarado…).

A segunda inovação foi o o desenvolvimento de um sistema onde você poderá utilizar seu smartphone como sensor de movimentos. Como isso funcionará na prática ainda será um mistério.

Poderá ser o início do fim para os sensores de movimento dos consoles?

Rainbow Six Siege

Bléh. The Division acabou sobrepondo o anúncio de Rainbow Six Siege. Ao menos a versão beta será aberta em todas as plataformas a partir do dia 24 de setembro.

Trackmania Turbo

Sério? Que qué isso????

[Nota do revisor: Ei, Trackmania é massa! =P]

Assassin’s Creed: Syndicate

Mais um pouco sobre o Assassin’s Creed novo. Parece legal com essa pegada vitoriana, mas enquanto não melhorarem algumas mecânicas do jogo, fica difícil conseguir se animar.

Tom Clancy’s: Ghost Recon Wildlands

Terceiro Tom Clancy’s da E3 e o sono já batia…

Se não fosse pela pegada “matador de traficantes”, esse jogo poderia ter passado direto que ninguém iria dar muita bola. Mas eu gostei no fim das contas.

EA Games e o bom velho “Alguma coisa O Próximo ano”

Na conferência da EA Games não houve lá muitas surpresas. Todos já esperavam ver algo mais de Need For Speed e de Star Wars: Battlefront, talvez se não tivesse vazado o novo Mirror’s Edge Catalyst ele poderia ter sido a surpresa do evento, mas nem isso. Acho que o que pegou um pouco mesmo a galera foi o anúncio de Mass Effect: Andromeda, mas dele nada foi muito revelado.

Mass Effect: Andromeda

Need For Speed

Unravel

A nova propriedade intelectual da EA parece cativante. E coitado do apresentador, que tremia a mão de tão nervoso, hehe!

Os sempre presentes jogos esportivos da EA

Cumprindo tabela, a EA mostra as versões para o ano que vem de seus jogos de esporte, incluindo as já conhecidas novidades de FIFA 16.

Em NBA Live 16, o destaque vai para o extremo realismo dos gráficos e da física.

Madden NFL 16 deve atrair mais os próprios americanos (e a galera do Twitter que aprendeu a curtir um bom football).

Mirror’s Edge Catalyst

Star Wars: Battlefront

Square Enix e a provável pior conferência da E3.

Nada contra, sabe? Eu sou um grande fã do trabalho da Square Enix e realmente depois de ver a primeira conferência da Bethesda em uma E3 eu realmente tinha grandes expectativas quanto a primeira aparição da Square. Mas infelizmente ambas as estreantes foram extremos opostos.

A Square deu mais show nas conferências alheias do que na sua própria. Poderia ter ficado sem gastar essa grana.

Just Cause 3

NieR

Este novo projeto de jogo está ficando muito bonito, mas quase nada foi revelado.

Rise of the Tomb Raider

Lara Croft Go, para smartphones

Final Fantasy VII

Novamente o trailer de Final Fantasy VII Remake que já tínhamos visto na conferência matadora da Sony

Kingdom Hearts Unchained, também pra celulares/tablets

Kingdom Hearts III

Finalmente grandes novidades sobre o tão aguardado terceiro episódio do crossover de Tetsuya Nomura, incluindo uma belíssima demonstração de gameplay. Esse talvez tenha sido o melhor momento de toda a sonífera conferência da Square Enix…

World of Final Fantasy

Hitman

Star Ocean: Integrity and Faithlessness

A consagrada franquia de RPG espacial finalmente recebe um novo capítulo.

Deus Ex: Mankind Divided

Project Setsuna

A Square Enix anunciou estar trabalhando em uma propriedade intelectual nova. E nem isso ela mostrou com entusiasmo na conferência…

E essas foram as novidades das três publishers que, juntamente com a Bethesda, anunciaram seus planos para 2015 e além. É realmente uma pena que a casa de Final Fantasy, Dragon Quest e cia. não tenha se esforçado pra fazer uma conferência minimamente razoável, ao contrário da Ubisoft e EA que pelo menos cumpriram tabela.

Categorias: Eventos
Tags: , , , ,

Curitibano que não fala lEitE quEntE, mas acha que biscoito é um ultraje as bolachas. Joga video games desde o dia em que seu pai apareceu com um Atari e um grande saco repleto de jogos e desde então já ouviu muitas vezes "esse video game vai estragar a televisão" e "você vai ficar cego de tanto olhar para essa tela".