Zer0 Awards – 2015 foi um ano bem independente pra mim!

Zer0 Awards – 2015 foi um ano bem independente pra mim!

Confesso a vocês que foi complicado puxar da memória os games que mais gostei de jogar ano passado (e atribuo a culpa disso a um certo jogo de fantasia medieval que vocês poderão conferir no final deste post). Entretanto, fiquei muito surpreso comigo mesmo por perceber que a grande maioria dos games que curti em 2015 são jogos independentes, o tipo de jogo que merece mais da nossa atenção em um meio tão tomado por títulos AAA sem graça e generiquinhos.

Mas eu também me diverti pra caramba com títulos AAA que de sem graça e generiquinhos não tinham nada, alguns dos quais eu queria muito conhecer desde os primórdios da geração passada.

Sem mais delongas, vamos aos meus top games de 2015! ^^

GOTY Of The Year Bitch! – Chroma Squad

chroma-squad-cover

Desnecessário dizer que este foi o jogo mais sensacional que tive o prazer de jogar. Chroma Squad foi capaz de me fazer dar sorrisinhos de canto de boca a cada momento engraçado, referência e tiração de sarro com a cultura centenária dos super-heróis japoneses, além de esbanjar genialidade com uma jogabilidade excepcional!

Leiam a minha resenha sobre este jogo pra entender o que eu digo! 😉

Prêmio “Believe the Hype!” – Toren

toren

Posso estar falando um monte de merda neste parágrafo, mas se me permitem um comentário sincero sobre Toren é que ele é um jogo injustiçado: fruto de um trabalho hercúleo do estúdio Swordtales, a aventura da Eu gosto mais de chamar de Filha, mas acho que o correto é Criança da Lua peca apenas por sua curta duração e por alguns problemas técnicos e de jogabilidade, mas acredito que o saldo seja positivo e que quem se dispuser a jogar este jogo vivenciará uma excelente experiência.

Apesar de ter zerado Toren no PC ano passado, não tive chance de escrever uma resenha. Farei isso aqui no Conquista em um futuro próximo (talvez depois de rejogá-lo).

Prêmio “Obrigado” – Journey

journey

Arrumei um PS3 emprestado de um grande amigo meu (brigadão, Sergio! =D) e venho aproveitando o ensejo pra jogar tudo que não pude jogar por ter optado pelo Xbox 360 na geração passada. E é claro que minha primeira compra na PSN atende pelo nome de Journey!

A sensação de liberdade, fascinação, deslumbramento e plenitude que eu tive ao viajar com desconhecidos por um lindíssimo deserto é simplesmente indescritível! Sem dúvida uma das mais importantes obras interativas já criadas!

Obrigado por me proporcionar essa experiência sensacional, thatgamecompany.

Prêmio “Vicia mais do que crack” – Downwell

downwell

Se você procura por algo bem viciante e divertido sem partir pro já citado crack nem pra drogas mais pesadas (como jogos mobile mal feitos e cheios de microtransações, por exemplo), recomendo Downwell com força!

A premissa é tão simples que chega a ser genial: o objetivo do jogo é simplesmente… descer! Pra cumprir esse objetivo contamos com armas de fogo presas nos pés que só atiram para baixo, para que possamos arrombar a fuça de quem estiver em nosso descendente caminho. E tudo com um visual deliciosamente retrô!

Tem pra PC e pra iOS… e vale cada centavo. ^^

Prêmio “Pra jogar no busão” – Horizon Chase

horizon-chase-03

Aos 45 do segundo tempo de 2015 os brasileiros da Aquiris Game Studio dão mais um tapa na cara de quem pensa que celular não tem jogo que preste. Horizon Chase chega rasgando no iOS e no Android pra nos oferecer uma primorosa experiência automobilística, que une o antigo e o novo em um jogo cheio de desafio e velocidade!

Destaque para a inigualável trilha sonora do digníssimo Barry “Top Gear” Leitch!

O Sayron, que é apaixonado por carros como todo brasileiro, escreveu uma resenha sobre este incrível jogo. Confere lá! ^^

Prêmio “Porque diabos eu não joguei isso antes?!” – Uncharted

Uncharted-2

Desde o início da geração passada eu sempre quis ter um PS3. Mas como a Sony quer ser a última coca-cola do deserto o preço desse console não era nada convidativo na época, o que acabou me fazendo optar pelo Xisboca Uma Voltinha™. Agora com o PS3 que peguei emprestado, outros jogos que estou curtindo são os excelentes títulos da franquia mais bem-sucedida da Naughty Dog.

Uncharted: Drake’s Fortune foi um impressionante pontapé inicial para aventuras sensacionais ao lado do intrépido Nathan Drake (e se me permitem o comentário, tal jogo envelheceu muito bem, obrigado). Já Uncharted 2: Among Thieves realmente fez jus à fama e à idolatria de seus fãs, elevando o nível de qualidade da franquia a um patamar impressionante!

Infelizmente eu ainda não cheguei a jogar o terceiro Uncharted… mas agora é questão de tempo. 😉

Nosso brother Thiago resenhou a coleção de remasterizações para PS4, que você poder (re)ler aqui.

Dark Souls of the Year – Dark Souls

dark-souls

AEEEE, PORRA!!! ZEREI, ZEREI!!!!!! UHUUUUUUUUUUUUU!!!! \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/

Sim, foi este jogo que tomou meu tempo livre quase inteiro ano passado. =P

Prêmio “Trem do Hype” – Dark Souls III

dark-souls-iii

Com o retorno de Hidetaka Miyazaki ao comando da produção, Dark Souls III está prometendo muito a quem ama esse universo rico, fascinante e sádico, trazendo melhorias na jogabilidade, inspirações no igualmente interessante Bloodborne e nos proporcionando mais momentos frustrantes e formas humilhantes de morrer.

Tomara que até lá eu já tenha meu PS4. Enquanto não consigo isso, vou jogando Dark Souls II no PC pra depois reclamar de falta de tempo pra jogar outras coisas em 2017… ^^

Menção honrosa: Star Wars Battlefront

sw-battlefront

Tá aí um jogo que figura na minha listinha de desejos. Se Star Wars Battlefront já ficou bacana ainda no beta, fico imaginando o quão foda ele deve estar agora, prontinho e já há um bom tempo rodando no mercado!

***

E eis a minha listinha de games que me divertiram pra caramba ao longo do ano de 2015. Conta pra gente aí nos comentários o que você andou jogando no ano passado também (e aproveita pra ler a listinha do Sayron, que também tá bem massa)! ^^

Analista de Sistemas, desenvolvedor web e webdesigner freelancer. Sou viciado em videogames, amo literatura, tô quase voltando a desenhar e os ensinamentos de Ben Parker formaram o meu caráter.

Tags: , , , , , , , , ,
Arte de fundo criada por Nataly Al-Sayf
Portfólio - Facebook - Twitter - Tumblr
Voltar para o topo
Arte de fundo criada por Nataly Al-Sayf
Portfólio - Facebook - Twitter - Tumblr
Voltar para o topo